V Eraser V-01

Capaz de realizar o tratamento clínico dos vasos da pele, as telangiectasias, podendo ser somente usado (manejado, operado) por profissional médico com habilitação na área.

  • O procedimento deve ser realizado somente em consultório médico adequado segundo normas da ANVISA.
  • A finalidade deste tratamento é o de se aumentar a temperatura no interior do vaso através de uma pequena descarga elétrica originada pelo aparelho V Eraser.
  • O fato da potência da corrente elétrica ser desenvolvida apenas para esse fim, torna o tratamento mais seguro e com maior eficiência na obtenção dos resultados desejados em um número menor de sessões.

Por esse motivo, o V Eraser vem ao encontro da necessidade de aprimoramento da técnica da eletrocoagulação já existente, principalmente, em razão das dificuldades encontradas no tratamento das telangiectasias resistentes aos tratamentos convencionais.

Este equipamento foi desenvolvido para o tratamento dos vasos intradérmicos que possuem diâmetros de 0,1 mm a 2,0 mm que podem ser representados por uma vênula ampliada, um capilar ou uma arteríola.


Produto em conformidade com o Inmetro
Nº do Certificado: 2009EC01CP025-00

A V Company possui Autorização Federal de Funcionamento concedida pela ANVISA / MINISTÉRIO DA SAÚDE.
AFE: P9Y7HXM655H6.

consulte ...


Seu funcionamento é baseado no princípio da termólise seletiva, que é a elevação da temperatura local da ponta da agulha introduzida no vaso, provocada por uma pequena descarga e corrente elétrica, sem ocasionar danos térmicos nos tecidos adjacentes, fator este de destruição isolada dos vasos e que também pode ser denominado de termocoagulação.

A elevação da temperatura do sangue no interior do vaso, na faixa de 40°C a 85ºC, promove uma desnaturação das proteínas plasmáticas das células endoteliais que compõem a parede do vaso ocasionando uma fragmentação e descontinuidade do percurso das telangiectasias. Tal fato determina um transtorno hemodinâmico.

A ação simultânea do V Eraser com a aplicação de soluções esclerosantes e anestésicas, permite que o paciente tolere o aumento da temperatura cutânea, com introdução da agulha, estéril e descartável, numa extensão maior no interior do vaso e por conseguinte uma inflamação térmica de uma região maior no endotélio do vaso, que em seguida, reage com um colabamento e formação de endofibrose.

Esta seqüência de eventos leva a uma absorção do organismo por um processo denominado de fagocitose e desta maneira promove o desaparecimento dos pequenos vasos da superfície da pele: as telangiectasias.

Baseados em todos os conceitos médicos consagrados, o equipamento V Eraser foi desenvolvido para ser mais uma opção na escolha do profissional médico, principalmente quando este se deparar com vasos que apresentam resistência aos tratamentos convencionais e necessitar de auxílio de energia complementar a fim de conseguir uma melhor eficácia na busca do resultado desejado.

 


ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Potência máxima de saída:
Freqüência Fundamental:
Dimensões (LxAxP):
Peso:
Temperatura de armazenamento:
Temperatura de trabalho:
Umidade Relativa do Ar:
Pressão atmosférica:
19,5 W
450 kHz
180 mm x 270 mm x 250 mm
2,5 kg
5 a 45º C
10 a 40º C
30 a 75 %
700 hPa = p = 1060 hPa